Pra Sempre 4

Os jardins do seu prédio são os melhores, eu amo hibisco. E minha mãe vende flor, e elogiou também. O seu Maneco cuida com carinho, ele está no prédio há mais tempo que eu. Eu me lembro quando você mudou, a gente tomava banho na piscina com boia. Essa foi minha primeira piscina. Lembra quando a gente fez o pacto de ser amiga para sempre? E pintou o dedo com canetinha pra não ter que furar? claro que lembro. Vem com o biquíni qualquer dia, a gente podia repetir. Eu mesma quase nunca desço, nem me lembro dela. Vanessa, que se manteve atrás enquanto a outra chegou até a borda, de repente empurrou a amiga de uniforme na água e começou a gargalhar. Como saber se a ideia de estragar a conversa indesejável ia pela cabeça dela? Enquanto Rebeca buscava a escadinha para sair da piscina, Vanessa não saiu correndo, esperava para ser perseguida e, ao fim de algum empurra-empurra deixar-se arrastar até a água, assegurando-se de puxar a amiga junto. As duas riam encharcadas um riso com uma nota tensa, e a Rebeca ocorreu: sua louca, piscina depois do almoço é perigoso. Isso é crendice. É nada. Depois de algum silêncio, Rebeca intimou: você quer pegar o Mauro, não é? Fala a verdade. Eu, amiga? Sai pra lá. Você correu pra ajudar ele com o material. Tem nada de mais nisso. Ou você foi ajudar ele porque não queria conversar comigo? Ah, não começa Beca. Vai, vamos tirar essa roupa molhada. E a gente vai entrar assim no elevador? Pingando? Vanessa veio se aproximando e fez que ia beijar Rebeca, que se afastou. Tá maluca, Nessa? Tô começando a ficar com medo de você. Nada, amiga, era de brincadeira. Eu, hein, cada ideia. Já sei, vamos correr em volta da quadra até secar. De sapato encharcado? Tira o sapato, depois a gente busca. E elas correram, descalças, e o clima parecia ameno, mas depois de três voltas pararam. Não tá adiantando muito. Sentaram-se num banco exposto ao sol e ficaram sem falar nada um tempo, olhando-se às vezes. Rebeca estava confusa, sempre gostou dos meninos, mas sua relação com Nessa era de tal companheirismo, ao menos até ontem, que ora, será? Era brincadeira ou era sério? Achou melhor adotar uma superioridade moral e finalmente cobrar a amiga sobre a maconha. Então você fumou mesmo. Com o Arthur. Ai, quer saber, fumei mesmo, Beca. E foi ótimo, quer saber? Você sempre teve a cabeça fraca. Fraca? Cabeça fraca é fazer tudo certinho, bonitinho, como esperam de você. Tem um mundo lá fora, Beca, fora do Auxiliadora, fora do vestibular… E você acha que vai passar em medicina fumando maconha? Ai, miga, que drama. Eu nem fumo o dia todo, eu fumei três vezes nesse ano todo. Então faz todo esse tempo? Que você pega o Arthur e não me conta? Não, sua boba, eu fumei antes do Arthur. Foi com a Laura. A Laura? Ela me contou que viu ele fumando, indignada. Eu acho que ela é afim dele. Amiga, cuidado, isso vai te prejudicar. É só uma planta. Comigo-ninguém-pode também é só uma planta. É mais inofensivo que álcool. Eu não sei, Nessa, você tá mudada. Se chama adolescência, miga, relaxa. Acharam que estavam secas o bastante e rumaram ao bloco, mas perceberam o rastro molhado que deixavam. Rebeca quis talvez mostrar que não era certinha, e começou a tirar o uniforme no corredor, no que foi seguida por Vanessa. Quando o elevador apareceu, havia um coroa com carrinho de compras vindo do subsolo, elas riram e fecharam a porta. Quando ele apareceu de novo estava vazio, e as levou ao décimo terceiro. Em roupas secas, e Vanessa sempre tinha roupas na casa da amiga, postaram-se na varanda e conversaram qualquer bobagem até que Vanessa se despedisse (ela podia voltar andando), sem antes lançar uma ideia: você devia conhecer o Arthur, ele é gente boa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s