À revelia da relva

Parte do engodo reponde ao padre sobre a draga drástica com mais uma versão da tessitura tácita da tosse, mas tudo bem. Já esperava. Até os mascotes do coturno catalisam a lisura do lúbrico e adjacências, daí a dobrar a barragem foi uma questão de quórum. Ninguém percebe que os cadarços do contorcionista passaram a debater o óbito do débito à revelia da relva? Ninguém diga que a travessa do vício viceja alhures enquanto o trampolim peleja com a cama, a esta altura até o torpedo pede um tapa na pastelaria. E nem é necessário cessar o acesso. Basta assinar na linha do horizonte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s