Acaba Mundo CCCXIV

Hoje são cinco de agosto de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. Hoje eu fui a SP para o ato do Povo sem Medo. Não foi uma multidão, mas foi bonito, caminhamos do MASP até o antigo DOI-CODI. Espero que os petistas não tenham torcido o nariz por Boulos ser do PSol, mas sabe, né, até dentro dos partidos as correntes devem estar se estapeando. Conversei com uns rapazes do PDT, que disseram o óbvio: vim pelo tema. Tão acostumado a protestos de classe média alta, vi povo com cara de povo, que luta por moradia. Andando para o metrô eu trombei o Hugo Hori, da Central Scrutinizer, que eu acompanho desde dois mil, em Vinhedo, convidado pelo Campeão, com meiota na cabeça e tentando entrar pela tela do PA como uma esponja; no final o Hugo estendia o copo para nossa mesa e eu servia ele. Dois mil. Luiz Eduardo Soares sofre tentativa de censura do debate sobre desmilitarização vinda dos procuradores-gerais dos estados, instados por Mitzel. Um torcedor foi levado do estádio para a delegacia pela PM, algemado, no clássico entre Palmeiras e Corinthians, pelo grave crime de criticar o presimento; nem inventaram acusação. Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s