Acaba Mundo CCLXXIV

Hoje são vinte de junho de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. Mais um feriado religioso no estado laico. Por falar nisso, recentemente o STF legislou novamente e equiparou a homofobia ao crime de racismo, ele mesmo um instrumento inepto para combater o racismo, ou ao menos raramente aplicado. O Jean Wyllys tinha uma proposta melhor, supondo que o congresso BBB (bíblia, boi, e bala) aprovaria o projeto do deputado exilado e ex-BBB, que consistia em punir administrativamente ofensa e discriminação e estabelecer homofobia como agravante em crimes de agressão e assassinato. Agora do jeito que está, o presimento da república acaba de cometer um crime punível com prisão inafiançável contra o mesmo Jean, a quem chamou de “menina lá no estrangeiro” numa entrevista oficial. Alguém pode imaginar Bozo perdendo mandato por isso? O contexto não melhora as coisas: o ocupante do Planalto reproduzia a mesma fantasia que fizeram circular pelo tal “pavão misterioso”, sobre a contratação de um hacker russo e a venda de mandato de Jean, a qual Ratinho repetiu na TV e Bozokid F no senado. Jean fez bem em sair, e eu temo mesmo pelos membros do Intercept. Não tenho dito nada sobre a reforma da previdência: o congresso tirou a capitalização, Guedes fez chilique e agora Maia a adotou como filha; incluiu-se uma taxação dos bancos que os deixou, é claro, melindrados (para usar palavra em voga). Duplamente, porque a capitalização abriria um gordo filão para eles. Sobre a #VazaJato, a foça-talefa mandou dizer, entrados uma semana no escândalo, que havia apagado todas as mensagens porque foram hackeados, mas não contaram nada. Essa hipótese de hacker é tratada como verdade (enquanto o conteúdo é suposto) a tal ponto que a PF a endossa com uma investigação e revelações estranhas como a do hacker que assume a personalidade da vítima (já o hacker do CNMP falava “outrossim”). O supremo já adiou o HC de Lula que seria semana que vem. O consórcio no poder vai facilmente botar essa no bolso, Goebbels vai sorrir onde estiver e nós ora indignados vamos ter que nos contentar com o prêmio de campeões morais, como a seleção de oitenta e dois. Por falar naqueles tempos, minhas suspeitas se confirmaram, e a demissão do Santos Cruz prenuncia endurecimento: trouxe um general da ativa para uma secretaria da presidência turbinada, com o poder – tcha-nam! – de nomear reitores. Se alguém não gostar – ao menos no sudeste – são tropas suas que invadirão o campus. A demarcação de terras indígenas foi restabelecida à Funai e retirada de novo com nova canetada, e o decreto das armas vai decerto ser reeditado assim que derrubado, anotem. Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s