Acaba Mundo CCLXIX

Hoje são quinze de junho de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. Bem, ontem eu apenas mencionei as revelações da #VazaJato, sem me aprofundar no conteúdo. Uma delas envolve o Tanga Frouxa e bagrinhos da operação, alarmados com a possibilidade de Lula ser entrevistado na época da eleição, dizendo que rezavam todo dia pra que o maldito povo escolhesse o que eles queriam. A entrevista à Lhofa foi autorizada por Leviandowsky e sustada por InFucksWeTrust depois de liminar do Novo-meu-Ovo. Se a aparição de Lula elegeria Haddad nunca saberemos, mas que o MP queria desde sempre minar a democracia fica demonstrado para além de dúvida. Digo, para quem liga para fatos, porque o enlameado Fucks foi ovacionado em um voo ontem. No primeiro turno, uma mulher foi expulsa da aeronave por ter se incomodado com um canto bozonazista, o que mostra que os fascistas que não suportam pobres voando estão vencendo, ou ao menos muito à vontade para brandir sua escrotice sem freios. Bem, em outro trecho o Tanga Frouxa admite a fragilidade de sua tese acusatória e vai ao delírio com um achado que seria a maior “prova” do caso Guarujá, uma matéria de jornal sobre os problemas da cooperativa que poderiam PREJUDICAR o casal Lula, donos de cotas que lhes davam direito a uma unidade simples (putativa) numa das torres, que perderia a vista pro mar quando construída a outra torre, lá onde eles garantem que uma unidade tripla era de “posse informal” de Lula e teria recebido reformas suntuosas como propina, sendo que o Povo sem Medo entrou lá e mostrou um imóvel fuleiro. Moro surge então, comemorando as multidões que inflam seu boneco (e seguem inflando), mas principalmente tutelando o Tanga Frouxa e conduzindo, como já se desconfiava, a acusação, ou seja, uma das partes. Em um momento o Sarraceno aprova uma ilegalidade sugerida pelo outro contra uma testemunha recalcitrante: uma notícia apócrifa. Noutro, um réu que fora solto (pelo Teori, e a isso voltaremos) recebe imediata atenção da acusação/juízo; qualquer coisa vale para mandá-lo de volta ao xadrez, com direito a sarcasmo: “porque ele foi condenado nesse caso, oras bolas”. Moro sugere testemunhas, e numa das falas mais graves, acha-se na missão de “limpar o congresso” e chama o supremo de covarde (o que talvez seja, mas por outros motivos). A dupla debate a divulgação do áudio da Dilma, pelo qual Moro pediu perdão e depois despediu já morto o Teori (o único ministro que peitou Moro e cujo avião caiu, com praticamente silêncio da mídia ante notícia tão importante). Quando Moro alega não ter feito nada errado, é sincero. Ele caga pra lei e se crê mesmo iluminado para uma missão maior. O ministro-juiz-paladino recebe do Tanga Frouxa uma lista de envolvidos com a Odebrecht por cargos, encabeçada por “nove presidentes” (ou candidatos ao cargo), e sua resposta deixa claro que vai escolher o que ignorar. Após a revelação de que InFucksTheyTrust, saiu mais material envolvendo o tal Santos Lima e mais bagrinhos reagindo ao interrogatório do Lula, planejando uma nota à imprensa que apelasse, da forma mais apelativa, à bílis do público, usando até a Dona Marisa, em quem Lula teria, na visão deles, jogado a culpa. Um adulto na sala atuou para reduzir a nota a algo mais sólido (sendo sempre manifestação fora dos autos) e agora foi alçado a herói da esquerda, o tal de Assessor 2. Moro descreve a atuação da defesa como “showzinho”. A promiscuidade da Foça-Talefa com a Globo e com o Anta-Agonista do Mainardi pipoca sempre aqui e ali, e os lavajateiros soltam foguete a cada lambida que levam de Lhofa ou Estragão. Ainda vou comentar sobre as manifestações esquerdistas e fascistas que aconteceram, mas não hoje. Em meio a tudo isso, o governador do Rio quer mandar um míssil na Cidade de Deus. Wilson Mitzel. Alô Haia? Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s