Inquietudes concêntricas

Quem limpou as conjecturas com excertos de essências e sequer calcificou as inquietudes concêntricas? Depois que a cerca reivindicou a falta já não se pode achar sardinhas no sótão nem pasteurizar as nuances, já que nem mesmo o cerne do cisne poderia dizer. É sutil, na verdade, o cumprimento das distinções já não pernoita na prelazia. O riacho não migra e os ângulos retos dispensam todos os convites. Não precisava ser assim, o telhado não borbulhava em vão e o amargo mármore misturava emplastros sem mistério. Seria como dobrar a esquina e pô-la no bolso. Vai precisar de preencher as torradas, mesmo que o apito pisque e a sensaboria se abolete. Não tem outro jeito, porque a escrivaninha tem suas neuras, e o ônibus nem passa nesta rua mesmo. Se a solução está diluída, resta ao cipreste serpentear a perspectiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s