Acaba Mundo CCLXIV

Hoje são dezesseis de março de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. Dallagnol, que chegou a combinar com a Caixa os rendimentos de seu fundo bilionário, agora faz birra em sua conta de twitter e indiretas contra Dodge, enquanto ministro do supremo, dos quais o gangster Gilmar chamando DD de gangster, para delírio da plateia, resolveram só agora enxergar os abusos lavajateiros, depois do serviço entregue. Após o anúncio de investigação pelo STF da campanha difamatória, o CSMPF solta nota vestindo a carapuça e reclamando que membros do MP só são julgados pelo MP, e nisso levanta uma questão importante do escopo dessa investigação, ou seja, não é prerrogativa do supremo investigar cidadãos; por via das dúvidas eu vou parar de xingar os ministros na internet. Por falar em LJ, vem à tona operação ilegal conduzida por Érika Marena a mando de Moro, para realizar prisão por armadilha policial, algo que existe no sistema dos godemes e é proibido no país. Moro já cerceou depoimento na LJ invocando, o que seria papel do advogado do depoente, não dele, um possível acordo de confidencialidade na lei americana, em detrimento da nossa. E o pior de tudo é que fala inglês muito mal, ainda por cima. Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s