Acaba Mundo CCXLV

Hoje são vinte e cinco de fevereiro de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. Tive minha primeira aula no doutorado e uma puta ansiedade boba na noite anterior. Acho que a Linguística Aplicada me persegue mesmo, e vou ter que acabar discutindo gênero – os fascistas não chegaram a tempo para acabar com essa pouca vergonha. Afinal, é a história de um estupro, seus desdobramentos na cabeça dela, e do autor, né, que revela um certo prazer voyeurístico, e lança mão de imagens hoje questionáveis. Bem, ministro do obscurantismo quer o slogan do Bozo lido nas escolas e as crianças filmadas cantando o hino. Alcolumbre enrolado com ocultação de patrimônio. Prossegue o standoff na Vuvuzela, e o upstart Guaidó mandou avisar que não invadirá a si mesmo. Ufa. Trump reclama de racismo de Spike Lee. Bozokid E tira selfie com Bannon e garante que os brasileiros apoiam o muro. Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s