Acaba Mundo CCV

Hoje são quinze de janeiro de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. O assunto hoje foi o decreto que facilita a posse de armas. Há quem diga que é muita fanfarra, que o documento não muda muita coisa no fim. O que me preocupa é que os ritos legislativos normais, que já não são lá essas coisas, sejam substituídos por canetadas do projeto de ditador. Os EUA pegam fogo, com conversas de impeachment, investigação do FBI sobre a familiaridade de Trump com o Kremlin, governo “fechado” e ameaças de estado de emergência e de guerra ao Irã, e a Ocasio-Cortez propondo elevar a taxação dos mais ricos. Na Inglaterra o acordo de May pro Brexit foi rejeitado e em pouco podem cair Brexit e primeira ministra. A França segue vendo protestos de gilets-jaunes, o Diplo vê uma cólera justa, eu e mais um tanto tememos que essa cólera vá bombar a extrema-direita. Por outro lado Orbán enfrenta protestos na Hungria, contra leis trabalhistas absurdas. Tomara que seja a vaga refluindo. Se bem que o prefeito pró-imigração de Gdansk na Polônia foi assassinado. Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s