Acaba Mundo CXCIV

Hoje são quatro de janeiro de dois mil e dezenove e o mundo não acabou. Madereiros e grileiros já estão invadindo área indígena no Pará, certos do beneplácito do governo fascista. Gabinetes de parlamentares de esquerda foram invadidos antes da posse do presimento, e a imprensa noticia não um fato gravíssimo e inaceitável num estado de direito, mas uma ‘queixa’ de partidos choramingas e maus perdedores. Bozonazi anuncia alívio no IR daqueles que já pagam pouco, os de maior renda, tudo conforme o script. Em entrevista, sinaliza simplesmente com o fim da justiça do trabalho. Witzel, o juíz crente-fascista, acha que precisamos da ‘nossa Guantânamo’, como se as delegacias já não fossem isso; e quer atirar pra matar, como se já não fosse assim. Intervenção no Ceará após ônibus queimados e outras supostas demonstrações de força de bandidos. Fosse o crime mesmo organizado, intervinha no Planalto, e eu celebraria. Não vou opinar sabendo pouco, mas isso é sempre exibicionismo com algum arrière pensée político; é a região onde o PT é forte, afinal. Venci minha resistência e fui conhecer o castelo de Praga, por sorte não houve filas nem precipitação de neve. A catedral de São Vito me pareceu um cruzamento do gótico do sul e do norte, o que é apropriado à latitude do país; frisos e gárgulas bem interessantes. Me incomoda aqui essa obsessão com Carlos IV, suserano da Tchéquia e do dito sacro império romano, que não era nem sacro, nem romano e muito menos império. Portugal vive de saudades, mas ao menos é das navegações, não da porra da idade média. Amanhã tomo o busão até Viena, onde verei os quadros do Klimt e daí regresso à terra do regresso. Acaba mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s