A empáfia dos percevejos

Vamos ver se debulhando as bolhas balísticas é possível catapultar o cataplasma à catarse. Francamente, essa via láctea não é mais a mesma, qualquer conduíte sulfúrico solfeja a empáfia dos percevejos, percebe? A tremenda tríade da transcendência testemunha contra o tráfego intermitente, e o bolinho bento nada pode ante antenas borbulhantes. Que se há de fazer? Tartamudear insuspeito pelas aleias lilases da concupiscência ou reformar o átrio dos trogloditas? Difícil dizer quando as montanhas são de pano e os rebanhos tomam banho na varanda. De qualquer sorte é muito azar que o azougue complemente o sábado justo quando a justiça se agita na falta de combustível. Ninguém explica a areia, nem adianta convencer o peixe. Tudo que brilha participa da monotonia, e a cumplicidade da baixela assegura a baixeza do mármore. E nada resolve nada, e incongruência não mata fome.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s