Acaba Mundo CLXXXI

Hoje são vinte e dois de dezembro e o mundo não acabou. Mas eu larguei o computador em Londres, o que é o fim do mundo. Puta mancada. Sou péssimo escrevendo no celular. Pelo menos estou em Amsterdã, e se não deu para chegar e comprar um faz-me-rir, no pouco tempo aqui o único compromisso é o museu Van Gogh e talvez alugar uma magrela, e nenhum dos dois exclui estar chapado. Na verdade eu prometi aos leitores experimentar amanita, mas estando solo acho melhor me contentar com o bom velho psilocybe, e segunda a previsão é de sol. A viagem foi cansativa só porque o hospedeiro em Londres era tão gente boa que não me deixava sair, e quase me fode a vida. Me deu até um charuto cubano. Segue o barco, sem computador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s