Acaba Mundo CXXVII

moro

Hoje são vinte e nove de outubro de dois mil e dezoito e o mundo não acabou porra nenhuma. Resolvi que basta de ficar desesperado e com medo; isso não podia seguir indefinidamente. Vou seguir meu trabalho e buscar oportunidades de me envolver com o que quer que seja que dê pra fazer contra uma máquina tão poderosa, nem que seja tentar esclarecer algumas pessoas sobre a magnitude da coisa. Se bem, que, né. Ontem no metrô eu tentei aprofundar com uma senhora que rechaçava o Bolsonazi, mas não adianta muito. Pensamento do brasileiro é muito raso. É um debate de personalidades moralista. Uma coisa há que reconhecer nas hordas bolsonazistas: a sinceridade. É um pensamento que está em grande medida incubado na sociedade de um país que nunca rechaçou a ditadura em massa, deu seu apoio tácito ou explícito, e seguiu defendendo execuções sumária e tortura, coisas aliás corriqueiras contra a população que “não importa”. De modo que uma espécie de fascismo está aí faz tempo pedindo que uma guerra informacional e um paspalho alçado a mito viessem autorizar discursos de intolerância que só podiam circular em conversas de churrasqueira antes, porque “pegava mal”. Na comemoração da vitória teve desfile militar em Niterói, helicóptero da polícia com bandeira, ameaça de brutalidade hoje na UnB, e concentração em frente à Justiça Federal em Curitiba (ou seja, os fascistas são os que têm mais clareza sobre o fascismo da Lava Jato). Helicópteros americanos já estão ameaçando a marcha de centro-americanos desesperados que marcham pro norte. Tô querendo nem me informar. Ontem eu passei o dia mergulhado no universo sertanejo de Guimarães Rosa, e hoje estou tentando cair de cabeça na minha tradução. Não vou sair do país desembestado, como se estivesse visado ou algo assim. Mas vou conversar com esse professor no Porto e deixar essa possibilidade (e outras que possam surgir) em aberto. Segue o barco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s