Acaba Mundo CII

mar

Hoje são nove de outubro de dois mil e o mundo não acabou. Hoje um episódio de intolerância me fez chorar. Não consigo contar, mas foi um de vários e o país está ficando insuportável. Talvez não tenha sido boa ideia fazer planos de longo prazo por aqui. Mas que vou fazer fora? E onde? Livros sobre direitos humanos da biblioteca da UnB foram rasgados. Mais um pouco vão atacar qualquer um carregando livros, como em Laranja Mecânica. Vão atacar quem estiver fumando maconha, já deve estar acontecendo. A polícia entrou no avião e arrancou a filha da moça e retirou as duas do avião, por ordem do piloto, depois que ela se sentiu mal e reclamou dos cânticos bolsonaristas. Pronto. Médica rasga receita de paciente que diz não votar no nazista. Carro lançado contra mulher com camiseta do PT. Hoje tá foda. Como pude subestimar o fenômeno? Não dizia sempre que o brasileiro médio é de extrema direita sem saber o que é isso, que o antipetismo ia desaguar todo nele, que o establishment ia encampá-lo em massa? Como me esqueci dos evangélicos? Fazendo contas eleitorais, eu que chamo isso de farsa há tempo? Se ao menos um inimigo tão temível criasse um grande movimento antagônico bonito de ver, seria alguma coisa, mas eu duvido. Já estão se bicando e dando declarações que melhor seria se nem proferissem, como o patético intelectual deslumbrado por excelência, FHC. Ao menos eu tenho a Praia do Peró à disposição e isso ajuda a desanuviar um bocado. O oceano nem tá sabendo nada de fascismo. Acaba estupidez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s