Acaba Mundo XVII

trump putin tweets main getty

Hoje são dezessete de julho de dois mil e dezoito e o mundo não acabou. Mas vai acabar pelas mãos de Donald Trump mais cedo ou mais tarde. Ontem ele se encontrou com Putin. Eu mesmo nunca entendi essa história de interferência da Rússia nas eleições americana. Não desce. Será o Trump um saboteur a mando de Putin? Depois de ontem, parece até crível. O crível já não precisa ser verossímil. Os americanos estão possessos, classificando de alta traição o voto de confiança que Trump deu a Putin, que desacreditou seus próprios órgão de inteligência. Em tese, um presidente americano buscar laços com a Rússia é muito positivo. Mas a história toda soa estranha. Tropas americanas não estavam se acumulando na fronteira russa outro dia mesmo? Acho que ninguém explicou Trump o suficiente, e não sei se alguma revelação um dia vai esclarecer tudo. De qualquer forma, mesmo tendo a Rússia feito parte da guerra cibernética para influenciar a votação, há que se considerar que ele teve um número expressivo de eleitores (menor que a oponente, verdade), e o que se deve investigar é a psicologia envolvida que faz os cansados do velho sistema o rejeitem por algo pior, desde que isso lhes dê a sensação de “reagir”. Acho que já dei meu palpite. Talvez esta seja apenas a inevitável fase de decadência que acomete todo império. Agora, se esse império vai desmoronar sem lançar mão de sua potência bélica é matéria de conjectura. O temido confronto com a Rússia, estará superado? Dificilmente. A China está se afirmando e há tensões em suas águas territoriais. A Europa está atordoada tentando se agarrar à “parceria” antiga com o outro lado do Atlântico, mas suas próprias questões, como o Brexit, a insolúvel crise migratória, e o fascismo se espalhando, deixam-na em constante risco de fragmentação e mesmo da volta de conflitos dentro do continente. De volta aos EUA, há grande chance de Trump ser defenestrado se pisar muito fora da linha, mas Trump não é sozinho o problema: parte expressiva da população se brutalizou a ponto de esposar abertamente o racismo, e de modo geral a sociedade deles está claramente doente, com epidemias de suicídio e consumo de opiáceos. Sabe-se lá onde dá isso. Por ora só podemos torcer para que o mundo não acabe. Ou para que acabe logo, fica a seu critério.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s